Planeamento de casamento durante pandemia Covid-19

 

Como se Casar Durante uma Pandemia

Bem sei que já foram escritos artigos sobre o planeamento de um casamento durante a Covid-19 e não tinha planeado escrever mais um, mas foram tantos os casais que me contataram (e também fornecedores) que resolvi escrever. Espero que seja útil.

Casando com a Incerteza

Em apenas algumas semanas, o mundo inteiro ficou de pés para o ar, deixando-os sem saber muito bem como reagir. Quanto aos casamentos, como deve ser o seu caso, já devia ter confirmada a data do casamento, agendado com os seus fornecedores e, a menos que algo realmente catastrófico acontecesse, o seu casamento seria realizado no dia em que você planeou e toda a família do futuro casal e amigos estariam na cerimónia. Agora, bem sabemos, quem não podemos dar nada como garantido.

Pessoalmente, confronto-me diariamente com a incerteza. Num um ano normal, quanto muito solicitam-me um adiamento ou cancelamento de um casamento, o que já é por si, angustiante. Este ano, de 23 casamentos agendados na época em que tudo isso começou, apenas uma mão chegou para contar…e ainda sobrou.

Contate os Fornecedores

Se já reservou o seu casamento para 2021 (se está a pensar em adiar ou está à espera para ver o que vai acontecer), recomendo vivamente que entre em contato com todos os seus fornecedores o mais rápido possível. Só posso falar por mim, mas estou ansiosa para atender a todas as várias situações dos meus casais. Seria bom, que os casais verificassem o local, igreja, cartório, etc. e ver se eles realmente estarão abertos no seu dia e qual é sua situação atual (bem sei que é agora é tudo muito incerto, devido às características que o vírus tem mostrado), e saber se estarão a trabalhar, não tome nada como garantido.

Lidando com a Incerteza

Se os noivos não conseguirem lidar com tanta incerteza (quem pode culpá-los?), é só casarem o mais rápido possível, pelo registo civil. Obviamente (não sabemos se na data que vão escolher os cartórios estarão abertos ou as restrições em vigor), mas eventualmente só precisará de duas testemunhas e do fotógrafo.  Costumo fotografar alguns casamentos bem pequenos, e são francamente adoráveis, e não menos especiais. Na verdade, a única vez que chorei durante uma cerimónia de casamento foi durante uma fuga com apenas o casal e o celebrante, foi tão lindo! Você também pode ter sua cerimónia gravada em vídeo, para que possa partilhá-la com os seus familiares e amigos mais tarde. E faça também uma pequena sessão de fotos após a cerimónia, para que tenham também tenha aqueles lindos retratos de casamento. Dependendo das regras da altura por causa da Covid-19, podem até ir para um jantar especial ou fazer uma pequena reunião em  casa depois. Dividindo o Casamento em Dois Continuando com o ponto anterior, o casal pode fazer a parte legal no cartório local ou na igreja assim que for possível, como sugiro acima. E no ano seguinte, por exemplo, faça uma grande festa numa quinta. Assim você pode se casar em breve e ainda ter aquela festa de casamento com que sempre sonhou. Reitero que deve manter o contato com os seus fornecedores se já os tiver reservado para que eles saibam sempre quais são os seus planos.